6 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 6 6 Flares ×

Os materiais ricos são um item fundamental na etapa de conversão em estratégia de Inbound Marketing de qualquer empresa.

 

Após atrairmos diversos visitantes para o site ou blog, com conteúdos relevantes, chega a hora de convertê-los em leads. É aí que entram os materiais ricos.

 

Todo mundo, em algum momento da vida, pesquisará algo na internet que lhe resolva algo ou que lhe tire uma dúvida. Quando encontramos a resposta que queremos e constatamos que o conteúdo é de alta qualidade, logo atribuímos autoridade para quem o escreveu ou produziu o conteúdo.

Se estamos falando de Inbound Marketing, estamos falando de relacionamento a longo prazo e para isso, autoridade e confiança são fundamentais.

 

Existem diversos tipos de materiais ricos, porém, de nada adianta um material bonito, com um design inovador, se o conteúdo não for relevante.

 

Por isso, é extremamente importante saber criar um material verdadeiramente rico para transformar seus visitantes em leads.

 

Separei algumas dicas para que seu próximo material saia, além de bonito, interessante de verdade!

 

SAIBA O QUE ESTÁ FALANDO

 

A primeira dica que eu dou é: saiba o que está falando. É importante estar confiante naquilo que está escrevendo, com o mínimo de conhecimento.

 

Quem vai ler seu material está procurando aprender algo novo. Imagina que frustrante ele baixar, ler e ver que não aprendeu nada? Essa pessoa provavelmente chegou até esse material através de outros conteúdos, como em blogs ou redes sociais. Então, ele já adquiriu uma pequena introdução ao assunto. Atente-se a isso!

 

Obviamente que você não precisa ser o rei do assunto. Mas o mínimo de conhecimento é essencial!

 

PESQUISE

 

Nos dias de hoje, tudo muda o tempo todo. Mesmo que você seja um expert no assunto em que está escrevendo, uma boa pesquisa é muito importante.

 

Outro ponto é que a originalidade conta muito para quem está buscando novos conhecimentos. Portanto, ao construir um material rico, evite ficar só na curadoria, reciclando conteúdos. Pense sempre em agregar novos conhecimentos aos seus leitores.

 

“Coma a ração que você vende”, ou seja, usufrua de outros materiais ricos para buscar referências. Além do Google, outras fontes de conteúdo podem ser interessantes, como redes sociais, cursos gratuitos, blogs de pessoas referências no assunto de que vai tratar.

 

CONHEÇA A DOR DO SEU PÚBLICO

 

Parece óbvio, mas muitos redatores não se preocupam com um dos pontos principais na hora de construir um bom material rico: a dor do público com quem ele está falando.

 

Saber com quem está falando é fundamental para que o texto seja relevante. Se a persona com quem você vai falar estiver bem clara antes mesmo do início da construção do material, a redação fluirá com muito mais facilidade, ajudando a escolher os tipos de exemplos e storytelling que usará no texto.

 

REVISE

 

Você deve ter passado por isso em algum momento da sua vida. Lê o texto uma, duas ou três vezes e não encontra erros. Alguém lê uma vez e já aponta diversos errinhos “bobos”.

 

É importante que reserve um período adequado para revisar o material sem pressa. Nosso cérebro precisa terminar de assimilar tanta informação que adquiriu durante o processo de construção do material rico para, em seguida, rever o texto como se fosse a primeira vez. Assim, o risco de erros diminui significativamente.

 

Revisar o material não se limita à ortografia e à gramática, mas, não menos importante, à coesão das informações para que quem for ler tenha pleno entendimento do que está sendo tratado no texto.

 

Lembre-se sempre que você assina o material e precisa zelar pela sua reputação!

 

E aí, conseguiu fazer o seu? Mostre pra gente os materiais que você criou!